Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

SOP: Há 130 anos construindo a história do Rio Grande

Publicação:

artigo stedile site
Em março, o secretário José Stédile vistoriou as obras da barragem Jaguari, localizada em São Gabriel - Foto: Roberta Campani - arquivo SOP/RS
Por José Luiz Stédile*

A Secretaria Estadual de Obras Públicas foi criada quatro meses após a Proclamação da República, em 21 de março de 1890, juntamente com as Secretarias do Interior e da Fazenda. São 130 anos de serviços prestados à sociedade gaúcha, liderando ações para a promoção do saneamento, habitação, urbanismo, viação terrestre e fluvial, economia, agricultura e até mesmo serviços de geologia e mineração. Embora algumas funções tenham deixado de ser incumbência da SOP, a sua razão de existir segue a mesma: construção, fiscalização e manutenção dos prédios públicos.

Para a história recente, o principal destaque é o Centro Administrativo Fernando Ferrari (CAFF) que abriga a maioria das secretarias de Estado, bem como o gabinete de despachos do governador Eduardo Leite. Entre outras, são destaque o Palácio Piratini, o Hospital Psiquiátrico São Pedro, o Museu do Estado, o Novo Quartel da Brigada Militar, o Palácio da Justiça e o Colégio Estadual Júlio de Castilhos.

A galeria de ex-secretários reserva personalidades que se tornaram governadores do Estado, como Leonel Brizola, Euclides Triches, Synval Guazzelli e Walter Jobim. Muitos foram deputados estaduais, federais, senadores, ministros. Outros tantos foram homenageados como nomes de municípios, ruas, praças e escolas, como: Protásio Alves, Augusto Pestana e João José Pereira Parobé. Entre os 58 titulares da SOP até hoje, destaque, ainda, para os gestores de perfil técnico, notadamente nas áreas da engenharia e arquitetura.

A SOP atua na execução de projetos e na fiscalização das obras de todas as secretarias e órgãos do governo, sendo que o planejamento estratégico e financeiro é de responsabilidade dos demandantes. Na área da segurança, temos atualmente a construção de delegacias, presídios e da nova sede do Instituto Geral de Perícias (IGP), que conta com investimento que beira os R$ 40 milhões. Na Educação destacamos os inúmeros ginásios esportivos, além de reformas e ampliações nas escolas estaduais. A construção de Unidades de Pronto Atendimento (UPA’s) e o Hospital de Santa Maria são os destaques na área da Saúde. Entre outras obras na Agricultura, Cultura e Justiça – como a construção dos Centros de Atendimento Socioeducativo (Cases) e dos Centros da Juventude.

No atual organograma, temos também as diretorias de Poços e Redes; de Desenvolvimento Urbano (responsável pelo empréstimo de maquinário visando a recuperação de estradas vicinais), além dos departamentos de Habitação e Regularização Fundiária, que justificam a nossa atual nomenclatura como Secretaria de Obras e Habitação. É dever histórico também salientar o protagonismo de nosso quadro funcional. Rendemos gratidão e reconhecimento a todos (as) os servidores, técnicos, funcionários e colaboradores que ajudaram a construir a história do Rio Grande. SOP seguirá fornecendo a matéria-prima.

* Stédile é secretário de Obras e Habitação do RS

Secretaria de Obras e Habitação