Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Governo agiliza trabalho de recuperação das escolas atingidas por temporal na Fronteira Oeste

Publicação:

1 site
Reunião ocorreu na secretaria de Educação e reuniu corpo técnico da Sop e da Seduc - Foto: Tiago Belinski - Ascom SOP
Por Renato Gava - Seduc

O regime de urgência dado pelo Governo do Estado para recuperação das 29 escolas estaduais atingidas pelos temporais ocorridos em dezembro, sobretudo na Fronteira Oeste, já começa a apresentar resultados. Treze instituições de ensino já estão em fase de licitação pelo Sistema Geral de Obras (SGO), na modalidade de contratação por disputa eletrônica, e deverão ter os serviços iniciados na primeira semana de fevereiro. As outras 16 escolas passaram por vistorias e as licitações estão previstas para a primeira quinzena de fevereiro.

Os secretários estaduais de Obras e Habitação, Rogério Salazar, e de Educação (Seduc), Faisal Karam, estiveram reunidos na tarde dessa terça-feira (29), na Seduc, com o corpo técnico das duas pastas. “O governo tem feito tudo que está ao alcance para que as instituições de ensino fiquem prontas o quanto antes”, afirmou Faisal. A estimativa é que os trabalhos de recuperação custem cerca de R$ 4 milhões, a serem pagos com recursos do Salário-Educação.

O secretário estadual de Obras e Habitação, Rogério Salazar, destacou a agilidade do governo do Estado em responder aos desafios impostos pelo mau tempo na Fronteira Oeste. “Quem precisa não pode esperar. As obras são a garantia de que as escolas iniciarão o calendário letivo de 2019 dentro da normalidade necessária”, disse, salientando o trabalho das equipes da SOP e da Seduc para que as Ordens de Início pudessem ser assinadas em tempo recorde. “Todo o investimento em educação possui um grande simbolismo, ainda mais quando tratamos de reformas emergenciais”, completou.

3 site
Secretário Rogério Salazar destacou a agilidade do governo do Estado no atendimento das demandas - Foto: Tiago Belinski - Ascom SOP

Participaram da reunião o diretor e o adjunto do Departamento Administrativo da Seduc, Rogério Leal e Carlos Ávila; a diretora do Departamento de Obras, Roberta Campani, o coordenador do Departamento Jurídico, Antônio Carlos Caneiro, e o coordenador estadual de Obras, Ricardo Todeschini; bem como o auditor da Contadoria e Auditoria-Geral do Estado (Cage) Diego de Lorenzi; e o coordenador da SGO, Vinícius Piccini.

*Colaboração Saul Teixeira - Ascom SOP

Secretaria de Obras e Habitação