Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Estado busca recursos do Minha Casa, Minha Vida para regularização fundiária

Publicação:

DF site
Iniciativa beneficiará cerca de 1.500 famílias em Porto Alegre e Sapucaia do Sul - Foto: Tiago Belinski - Ascom SOP
Por Ana Luiza Zancan Godoy - Ascom SOP

O Estado recebeu autorização do Ministério das Cidades para cadastrar dois projetos de regularização fundiária no Programa Minha Casa, Minha Vida. O secretário estadual de Obras, Saneamento e Habitação, Rogério Salazar, foi a Brasília na última semana para solicitar o atendimento ao pleito, que beneficiará cerca de 1.500 famílias em Porto Alegre e Sapucaia do Sul.

Um dos projetos prevê a construção de conjunto habitacional no bairro Chapéu do Sol, na Zona Sul de Porto Alegre, destinado a 369 famílias que moram em uma área de preservação ambiental de propriedade do Estado. “Vamos garantir uma casa de qualidade para estas famílias e desocupar a área de preservação. Esta é uma demanda de três décadas”, destaca Salazar. O outro empreendimento, com 1.040 unidades habitacionais, será destinado a famílias que residiam nas margens na ERS-118 e que hoje recebem aluguel social.

Conforme a diretora do Departamento de Regularização Fundiária da Secretaria de Obras, Saneamento e Habitação, Kellen Mattos, os dois projetos devem ser apresentados à Caixa Federal nos próximos 15 dias.  Os representantes do Estado foram recebidos em Brasília, na quarta-feira (06), pelo gerente do Programa Minha Casa, Minha Vida Faixa 1, Helder Silva.

Secretaria de Obras, Saneamento e Habitação